Blog

Global Shake Emagrece?

O Global shake realmente ajuda na perda de peso?

Uma batida que por ser muito pouco calórica, quando utilizada para substituir diariamente até 2 das refeições principais do seu dia, te ajuda de forma surpreendente na perda de peso de maneira nutritiva.

O Shake da Global suplementos também pode ser utilizado para ganho de massa muscular, para es vb se objetivo é necessário acrescentar o shake em até 2 refeições por dia.

Assim, é importante ressaltar que o Shake da Global shake pode funcionar de acordo com o objetivo de cada um (perder, manter ou ganhar peso), por isso é fundamental fazer uso do produto de forma adequada para que o seu objetivo seja atendido sempre da melhor maneira possível com os produtos da linha Global shake.

Caso você siga as instruções de uso do Shake da Global shake corretamente e passar a ter uma alimentação balanceada e realizar a prática de exercícios físicos.

Como preparar o Shake da Global shake cremoso?

Para preparar o Global Shake você irá precisar de:

• 1 liquidificador, de preferência que permita aumentar e diminuir a velocidade
• 4 cubos de gelo caseiros ou industrializados.
• 200 ml de leite desnatado.
• 4 colheres de sopa de Shake Global do seu sabor preferido.
• 1 colher de sopa da Pó de proteína da Global Whey, se for de seu gosto.

Como preparar o shake da Global

Produto prático de ser preparado, o processo leva cerca de 4 a 5 minutos e o Shake Global estará pronto e muito saboroso para ser consumido!
• Coloque 2 pedras de gelo junto com 100 ml de leite e acrescente as colheres de sopa de leite em pó semidesnatado. Bata o suficiente para triturar bem o gelo;
• Acrescente mais 2 cubos de gelo, com mais 100 ml de leite se quiser pode acrescentar 1 colher de sopa de Global Whey, Continue batendo para a mistura ficar bem cremosa. Se for necessário acrescente mais uma ou duas pedras de gelo.
• Coloque a duas colheres do Shake Global e bata em velocidade lenta.
• Por último acrescente mais um colher do shake e continue batendo em velocidade lenta.

Obs: A quantidade de gelo é variável por vários motivos. Tente ajustar a sua necessidade.
É importante frisar que não existe produto mágico e que faça emagrecer rapidamente, pois apesar do Global shake emagrecer, é necessário que se faça um processo de reeducação alimentar e busque fazer exercício físico para que seus resultados apareçam mais rápido.

Comprar Global SHAKE

Medicina Tradicional Chinesa

Razões para escolher a Medicina Tradicional Chinesa

Excelentes razões que atestam a eficácia e abrangência da Medicina Chinesa:

A Medicina Chinesa é o sistema de saúde mais utilizado no mundo inteiro. Estima-se que mais de 2 biliões de pessoas utiliza Medicina Chinesa, em cerca de 120 países.

Medicina Chinesa reconhecida pela OMS– Organização Mundial de Saúde e por vários Institutos ou Sistemas de Saúde em numerosos países ocidentais.

Medicina Chinesa é antiga.Tem mais de 4 mil anos de história, livros escritos e documentação científica há mais de 2 mil. Grande parte dos textos fundamentais de Medicina Chinesa escritos há milhares de anos é hoje ainda utilizada academicamente. Significa que questões de segurança, eficácia clínica e soluções médio prazo foram já testados. Os médicos Chineses dependem de e respeitam o trabalho dos mestres do passado. No Ocidente o conhecimento é frequentemente ignorado e muda continuamente.

Medicina Chinesa não depende de experiências em humanos ou animais. A maior parte das farmacêuticas ocidentais e os procedimentos médicos assentam em experiências em pessoas ou em humanos o que, no mínimo, provoca danos, sendo muitas vezes desnecessariamente cruel. A Medicina Chinesa assenta em modelos de diagnóstico e tratamento que dispensa tais experiências.

Medicina Chinesa é uma das profissões com crescimento mais rápido nos Estados Unidos. Há mais de 30.000 terapeutas actualmente administrando mais de 30 milhões de consultas por ano. Na Europa há cada vez mais universidades de Medicina Chinesa acreditadas e reguladas.

Medicina Chinesa é segura.A acupunctura e a fitoterapia tem um longo passado de segurança comprovada. É muito difícil causar danos com este tipo de tratamento. A acupunctura estimula as capacidades auto curativas do corpo. A fitoterapia utiliza substâncias não refinadas e bem mais suaves do que os produtos farmacêuticos. Adequadamente prescritas por um terapeuta treinado, estas técnicas são suaves, eficazes e funcionam sem provocar efeitos secundários.

A Medicina Chinesa tem uma relação custo benefício muito favorável. Comparando com terapias ocidentais, como medicamentos ou cirurgias, a acupunctura, fitoterapia e a alteração de hábitos alimentares e de estilo de vida são muito menos dispendiosas.

A Medicina Chinesa é individualizada. Mesmo para idênticas patologias, a Medicina Chinesa diagnostica e trata tendo em consideração factores específicos do indivíduo, o que resulta num tratamento mais preciso e sem efeitos secundários.

Medicina Chinesa é holística. É a perspectiva do sistema médico e não os métodos que a definem. A Medicina Chinesa é holística porque considera os efeitos de e as relações entre todos os factores – constituição, dieta, estilo de vida, ambiente – e níveis – psicológico, físico, emocional – na saúde de uma pessoa.

A Medicina Chinesa potencia capacidades.A Medicina Chinesa começa pelo conceito de saúde e o que isso significa para cada pessoa. Ensina como perdemos esta condição e como podemos regressar a ela. Não se enfoca na doença, antes pelo contrário, funciona como sistema preventivo. O papel do médico Chinês é ensinar o paciente porque está doente, como chegou a essa condição e o que precisa fazer para voltar a ficar e manter-se bem. Apesar de a Medicina Chinesa ser complexa, estes ensinamentos são simples e fáceis de seguir.

Medicina Chinesa funciona.No final, o que mais importa é se o tratamento funciona ou não. A Medicina Chinesa é eficaz para uma grande variedade de queixas, incluindo algumas muitas vezes não diagnosticadas e não tratadas pela medicina Ocidental.

Comprar Produtos da Medicina Tradicional Chinesa

Óleo de Cártamo

Óleo de Cártamo

O óleo de cártamo é extraído das sementes da planta cártamo (Carthamus tinctorius). Este óleo é utilizado com frequência na alimentação por ser muito nutritivo. Afinal, é rico em ômega 6, ácido graxo essencial que o organismo necessita, mas não produz; e ômega 9, importante para a função cerebral, crescimento e desenvolvimento.

O alimento também possui boas quantidades de vitamina E, que se destaca pela forte ação antioxidante. Os fitoesterois estão presentes no óleo de cártamo, o que é importante porque contribui para o controle das taxas de colesterol.

O óleo contribui para a redução do triglicérides e é bom para quem tem diabetes. Alguns estudos também apontam que o alimento pode ajudar  pessoas com obesidade.

Quantidade Ideal e Nutrientes

Confira qual a porcentagem do valor diário* de alguns nutrientes que a porção recomendada, 9 gramas, deste alimento carrega:

30% de vitamina E

16% de gorduras totais

4% de calorias

3% de gorduras saturadas.

*Valores diários de referência para adultos com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

Cerca de 30% do alimento é composto por ômega 9. Esta gordura é monoinsaturada e ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, derrames, tem ação anti-inflamatória e contribui para aumentar os níveis do colesterol bom, HDL, e diminuir o ruim, LDL.

Por Que Consumir Óleo de Cártamo?

O óleo de cártamo é ideal para quem busca por um aliado no emagrecimento. Além de fornecer esse auxílio, o produto conta com ingredientes que beneficiam o metabolismo e apresenta propriedade que colabora para a redução da gordura abdominal e proporciona impacto na recuperação pós treino.

Além disso, o óleo de cártamo é um excelente antioxidante natural. Por isso, esse suplemento vem se tornando popular entre praticantes de atividades físicas que desejam potencializar os resultados dos treinos.

Principais Benefícios do Óleo De Cártamo :

– Ação antioxidante

– Propriedades anti-inflamatórias

– Auxilia na redução das concentrações de triglicerídeos,

– Colesterol total e Lipoproteína de Baixa Densidade (LDL)

– Auxilia na redução das lesões ateroscleróticas

– Contribui para o bom funcionamento do coração

– Combate a pressão alta (hipertensão)

– Melhora o sistema imunológico

– Ajuda a regular os níveis de glicose no sangue

– Auxilia na perda de peso

– Gera a sensação de saciedade

– Contribui para a redução da celulite e da retenção de líquido

Compre agora o Óleo de Cártamo

Óleo de Baru

O óleo de baru e extraído do baruzeiro (Dipteryx alata Vog.), uma espécie de árvore leguminosa que ocorre no Brasil central. Considerada grande fixadora de nitrogênio no solo, ocorre em solos considerados mais férteis e é encontrado em grande abundancia no cerrado. O óleo de baru e constituído principalmente por aminoácidos, ferro, ácidos graxos como ômega 6 e ômega 9 e vitamina E (α- tocoferol).

Ação terapêutica: – Fonte de ferro; – Fonte de aminoácidos; – Previne a hipertensão; – Reduz o LDL colesterol (“colesterol ruim”); – Auxilia a regular o ciclo menstrual; – Regula os níveis de glicose no sangue;

Propriedades e Mecanismo de ação: O baru é um fruto de ocorrência abundante no cerrado brasileiro. Relatos isolados baseados na medicina caseira sugerem que o óleo extraído da amêndoa tem ação antirreumática e apresenta propriedades sudoríferas, tônicas e reguladoras da menstruação. A amêndoa é rica em ácidos graxos insaturados (ácido oleico – ômega 9) e acido linoleico (ômega 6) e α-tocoferol. Essa composição química desperta a possibilidade para a pesquisa clínica, já que a utilização de gorduras mono e poli- insaturadas, fibras e nutrientes antioxidantes fazem parte da conduta nutricional indicada pela diretriz de síndrome metabólica. O baru é um fruto do cerrado comprovadamente rico em sabor, nutrientes, e aminoácidos.

Os aminoácidos formam a estrutura das proteínas e são essenciais para o corpo humano e auxiliam no reparo, crescimento e desenvolvimento do tecido muscular. Os aminoácidos também influenciam no humor, concentração, atenção e sono. O baru também é rico em ferro, recentemente pesquisadores da UNB (Universidade de Brasília), demonstrou que em 30 gramas equivalente a ½ xícara de chá contém 1,4 miligrama do mineral que combate a anemia. Oferece também boas quantidades de zinco, substância que exerce papel fundamental na maturação de células do sistema imunológico, fósforo e magnésio que atuam na mineralização óssea.

Testes clínicos:

Composição Química: Um considerável número de espécies arbóreas constitui a flora brasileira, em alguns casos, seus frutos revelam-se boas fontes de nutrientes. Objetivando contribuir nessa área, foi determinada a composição química da semente e o óleo de baru, nativo do Município de Pirenópolis, Estado de Goiás. A metodologia analítica para a determinação da composição centesimal aproximada da semente em ácidos graxos de seu óleo seguiu o descrito nas “Normas Analíticas do Instituto Adolfo Lutz” (1985), o método enzimático – gravimétrico de Lee para as fibras totais, e a técnica da Espectrometria de Emissão Atômica com Plasma de Argônio Indutivamente Acoplado (ICP- AES) para os minerais. A semente de baru apresentou teores relativamente

elevados de lipídios (38,2g/ 100g) e proteínas (23,9g/ 100g), além de valores significativos de fibras alimentares (13,4g/ 100g) e de minerais, como potássio (827mg/ 10g), fosforo (358mg/ 100g) e magnésio (178 mg/ 100g), sugerindo seu emprego na alimentação humana, desde que não contenha substâncias tóxicas e alergênicas. O óleo também revelou um elevado grau de instauração (81,2%), conteúdo de α-tocoferol (5,0mg/ 100g) e composição em ácidos graxos semelhantes ao óleo de amendoim, destacando-se os ácidos oleicos (50,4%) e linoleico (28,0%).

Caracterização de Proteínas do Baru: O baru contém uma semente com alto teor de proteínas, cujas propriedades tem sido pouco exploradas. O objetivo desse estudo foi caracterizar a proteína, especialmente através do isolamento e quantificação de suas frações e medir algumas de suas propriedades moleculares. Como resultado foi possível observar que as sementes de baru possuem 244 g Kg (-1) proteína em uma base de peso seco. Perfis de solubilidade mostrou uma preponderância das globulinas. Esta fração dominou a composição das sementes, com 61,7% em peso das proteínas totais solúveis. Albuminas e gluteínas representaram 14 e 3,3% em peso, respectivamente, SDS- PAGE resolução de albumina e globulina mostrou bandas principais com pesos moleculares de 84 kDa e 64 kDa, 66 e 73, respectivamente. A proteína total da farinha e da globulina mostrou valores de digestibilidade in vitro de 85,59% e 90,54% em relação a caseína. A globulina total produziu apenas um pico cromatográfico, tanto em Sepharose CL-6B e filtração em gel em colunas de permuta iônica em DEAE- celulose, eluição com uma concentração de 0,12 mol (-1) de NaCl. Com o estudo foi possível concluir que a semente de baru tinha elevado teor de proteínas de armazenamento.

Reações adversas: Não há relatos ate o momento, nas literaturas pesquisadas.

Contraindicações: Não ha contra indicações ate o momento nas literaturas pesquisadas, mas e sempre aconselhável consultar um profissional habilitado para prescrição.

Posologia: Sugere-se a dosagem 3 capsulas de 500mg ao dia . *Dosagem sugestiva com prescrição e avaliação do profissional habilitado.

Compatibilidades e farmacotécnica: Não há relatos ate o momento, nas literaturas pesquisadas.

Compre o Óleo de Baru – Comprar Agora

 

Óleo de Semente de Abóbora Orgânico

O óleo de Semente da Abóbora Tem valor nutricional muito alta, pode ser usado em oficiais e alternativos da medicina, farmacologia, e cosméticos, especialmente quando produzidos organicamente. “Cucurbita pepo grupo L. Pepo, Cucurbitaceae” são produzidos a partir de duas subespécies var.styriaca Greb. e var.oleifera Pietsch. Sementes cruas de abóboras é comestível e facilmente esmagado para extrair óleo comestível.

A Prática do cultivo do óleo de Semente de Abóbora Orgânico.

Cucurbitáceas são muito sensíveis a baixas temperaturas devido ao crescimento cessa de 6 a 7 ° C. Em óleo de abóbora temperaturas entre 2 e 4 ° C com duração superior a 3 dias pode reduzir o crescimento das mudas e potencial de rendimento por mais do que a metade. A uma temperatura inferior a 8 ° C a germinação das sementes pode ser reduzido, e as temperaturas de -1 ° C pode ser letal. As plantas requerem altos níveis de luz solar e um clima quente. Apesar das abóboras serem bastante resistentes à seca, a produção é significativamente reduzida após os períodos de seca. Produção biológica da semente do óleo de Abóbora requer uma atenção especial para mineralizável matéria orgânica no solo, boa estrutura do solo, nutrientes disponíveis, as boas práticas agrícolas para manter a umidade do solo ou irrigação, eficaz supressão de plantas daninhas, e supressão bom doença. Suas sementes são consumidas em diversos países e ricas em lipídios, proteínas, fibras, tiamina, niacina e micronutrientes. Os óleos vegetais de acordo com a sua composição podem trazer efeitos benéficos à saúde como a redução do teor de LDL colesterol e de triacilgliceróis e aumento do HDL colesterol. Alimentos orgânicos são mais nutritivos. Solos ricos e balanceados com adubos naturais produzem alimentos com maior valor nutritivo.

Ação terapêutica:

– Hipocolesterolêmico;

– Previne doenças cardiovasculares;

– Antioxidante;

– Auxílio na prevenção e tratamento do câncer de próstata;

– Reforço do sistema imunológico;

-Tratamento do trato urinário;

-Tratamento de Artrite Reumatoide;

– Atua no Controle do Diabetes.

Propriedades:

O valor nutricional de sementes de abóbora é baseado em alto teor de proteína e alto potencial de energia devido ao alto percentual de óleo. Teor de óleo nas sementes é de 40% -60%; 98% -99% do óleo é o de ácidos gordos oleico (até 46,9%), linoleico (acima de 60,8%), palmítico (até 14,5%), e esteárico (até 7,4%), com uma proporção de monoinsaturados e ácidos poli-insaturados 0,60-0,75.

Devido ao seu alto teor de proteína (61,4% ± 2,6%), e certas propriedades funcionais e electroforéticas, da abóbora farinha de semente do óleo obtido após pressionar pode ser um alimento potencial (Mansour et al. 1993). Óleo de semente de abóbora e sementes são ricas em ácidos graxos insaturados. Devido aos Ácidos – graxos omega-3,6 e 9. As lignanas e fitoesteróis, como delta 7-esteróis e delta 5-esteróis, são de interesses especiais. Compostos antioxidantes, tais como vitamina E, especialmente a gama-tocoferol são também elevados. Em sementes secas frescas concentração de alfa-tocoferol é de 37,5 ug / g, e gamatocoferol é 383 ug / g, O óleo da semente da abóbora é usado tradicionalmente na Alemanha, e a cultura popular a ele os efeitos anti-helmínticos, redução de colesterol e prevenção de problemas cardíacos. Dadas suas propriedades nutritivas, especialmente ao teor de ácidos graxos insaturados e vitaminas (antioxidantes), esse óleo pode ser usado como alimento funcional.

Mecanismo de Ação:

Estudos mostram que o consumo de dietas ricas em gorduras monoinsaturadas (ácido oléico), em substituição de gorduras saturadas, exerce seletivos efeitos fisiológicos sobre humanos, reduzindo os níveis de colesterol total, de triglicerídeos e de LDL- colesterol, sem alterar a fração HDL- colesterol do plasma. Outra informação importante, observada com o consumo de dietas ricas em ácido oléico, foi a redução dos níveis de fibrinogênio do plasma, visto que essa fração reconhecidamente atua no desenvolvimento de lesões das artérias, servindo como prognóstico de doenças coronárias. O óleo de semente de abóbora apresentou uma composição eqüitativa, em torno de 40%, de ácidos graxos mono e polinsaturados, sendo os representantes principais o ácido oléico e linoléico, respectivamente. Além das vantagens proporcionadas pelos ácidos graxos monoinsaturados, a presença de ácido linoléico é bastante benéfica à saúde por se tratar de ácido graxo essencial, o qual participa de importantes rotas metabólicas no organismo, principalmente, na formação de eicosanóides. Tem sido demonstrado que o consumo de sementes ricas em vitamina E, onde o a-tocoferol é o isômero predominante, reduz a oxidação de lipídeos e aumenta os níveis de vitamina E plasmática em alguns órgãos, prevenindo, assim, doenças relacionadas ao estresse oxidativo. A semente de abóbora (Cucurbita pepo) é rica em vitamina E, principalmente, o isômero -tocoferol, proteínas, lipídeos e fibras insolúveis.

Estudos:

Transtorno no Trato Urinário:

A semente de abóbora óleo obtido a partir de Cucurbita pepo demonstrou ser útil para o tratamento de nocturia em pacientes com desordens do mictório em vários países ocidentais. Neste estudo, avaliouse o efeito da semente de abóbora óleo de Cucurbita máxima em disfunção urinária na bexiga hiperativas humano (OAB). Quarenta e cinco pacientes foram incluídos neste estudo. Um extrato de sementes de abóbora óleo de C. máxima (10 g de óleo / dia) foi administrada por via oral, durante 12 semanas. Após 6 e 12 semanas, a função urinária foi avaliada utilizando Hiperativa Pontuação bexiga Sintoma (OABSS). Sementes de abóbora óleo de C. máxima reduziu significativamente o grau de OABSS nos sujeitos. Os resultados de nosso estudo sugerem que o óleo da semente da abóbora de C. máxima, bem como de C. pepo são eficazes para os distúrbios urinários, tais como OAB em seres humanos.

Anti-Hipertensivo e Cardioprotetor:

Semente de abóbora óleo é um produto natural comumente usada na medicina popular para tratamento da hipertrofia prostática. No presente estudo, os efeitos do tratamento de sementes de abóbora com óleo na hipertensão induzida pelo inibidor do óxido nítrico sintase N (ω)-nitro-L-arginina éster metílico de cloridrato de (L-NAME) (50 mg / kg / dia) em ratos foram estudadas e comparadas com as do bloqueador do canal de cálcio amlodipina. Sementes de abóbora óleo (40 ou 100 mg / kg), amlodipina (0,9 mg / kg), ou veículo (controlo) foi administrada uma vez ao dia por via oral durante 6 semanas. Pressão arterial (PA), freqüência cardíaca, eletrocardiograma (ECG), os níveis de óxido nítrico no soro (NO) (as concentrações de nitrito / nitrato), malondialdeído plasma (MDA), glutationa no sangue e atividade da superóxido dismutase eritrocitária foram medidos. O exame histopatológico do coração e da aorta foi realizado também. A administração de L-NAME resulta num aumento significativo na pressão arterial a partir da segunda semana. Óleo da Semente da abóbora ou tratamento anlodipino reduziu significativamente a elevação da pressão arterial por L-NAME e normalizou os ECG L-induzida por mudanças de nome, ou seja, o prolongamento do intervalo RR, o aumento da duração da onda P, e elevação do segmento ST. Ambos os tratamentos diminuíram significativamente os níveis elevados de MDA e reverteu a diminuição do nível de metabólitos a valores quase normais em comparação com o grupo tratado com L-NAME. A amlodipina também aumentou significativamente o conteúdo de glutationa do sangue em comparação com os ratos normais (mas não tratados com L-NAME). Óleo da semente da abóbora, bem como o tratamento de amlodipina protegido contra alterações patológicas em coração e aorta induzida por L-NAME. Em conclusão, este estudo demonstrou que o óleo da semente da abóbora apresenta um efeito anti-hipertensivo e cardioprotetores através de um mecanismo que pode envolver a geração de NO.

Mulheres na Pós Menopausa:

Este estudo piloto foi randomizado, duplo-cego e controlado por placebo. O Estudo inclui 35 pacientes que haviam sido submetidos a menopausa natural ou iatrogenicamente que entraram no climatério devido à cirurgia para retirada de tumores benignos patológicos. O óleo de germe de trigo (placebo, n = 14) e o óleo de sementes de abóbora (n = 21) foram administrados aos participantes elegíveis ao longo de um período de 12 semanas com uma dose de 2 g por dia. Lipídeos séricos, pressão jejum de glicose no sangue e plasma foram medidos e um questionário de 18 pontos sobre os sintomas da menopausa foi administrado; o índice aterogênico também foi calculado. As diferenças entre os grupos, bem como antes e após o período de suplementação, foram avaliados com o teste t de Student, Wilcoxon pareado, teste assinado do ranking e teste de Mann-Whitney, conforme o caso (Stata versão 10.1). RESULTADOS: As mulheres que receberam o óleo de semente de abóbora mostraram um aumento significativo nas concentrações de colesterol de lipoproteína de alta densidade (0,92 ± 0,23 mmol / L versus 1,07 ± 0,27 mmol / L, p = 0,029) e diminuição da pressão arterial diastólica (81,1 ± 7,94 mmHg vs 75,67 ± 11,93 mmHg, P <0,046). Houve também uma melhora significativa nos escores de sintomas da menopausa (18,1 ± 9,0 vs 13,2 ± 6,7, p <0,030), com uma diminuição na gravidade dos afrontamentos, menos dores de cabeça e menos dores nas articulações, sendo os principais contribuintes. As mulheres no grupo que recebeu o germe de trigo óleo relataram estar mais deprimida e ter sentimento mais amado.

No Controle do Diabetes:

Atividade de água (Aw) foi avaliada. Tocoferol foi extraído e quantificado a partir do óleo da semenete. O efeito de CPSE foi estudada em poloxâmero-407 (PX-407) tipo 2 induzida por ratos Wistar diabéticos. Glicémico, e perfil lipídico insulinêmicos, bem como o estado de peroxidação lipídica, foram avaliadas. Glucagon like peptide-1 (GLP-1) conteúdo no ceco foi avaliada e análise histopatológica do pâncreas foi realizada. Além disso, foram realizadas HYBRID e FRED acoplamento para 10 plantas CPSE documentados, por mecanismos de ação relativas a supostos três proteínas [proteína tirosina fosfatase 1B (PTP-1B), receptor gama ativado por proliferadores de peroxissoma (PPAR-γ) e dipeptidilpeptidase IV (DPP-IV)] conhecido como tendo um potencial terapêutico diabética. O Aw de sementes cruas foi encontrado para ser 0,544 ± 0,002. Usando os padrões de tocoferol, a análise por HPLC de CPSE revelou a presença de isómeros de tocoferol (α, β, γ e δ). O teor de tocoferol foi encontrado para ser 107,4 ± 2,9 mg / 100 g de CPSE. Quando comparado ao diabético controle (DC) ratos, os ratos diabéticos tratados com CPSE apresentou uma melhoria significativa da glicemia, insulina, e dismetabolismo lipídico. Também foram observadas uma notável redução dos marcadores oxidativos e melhor cecal e características pancreáticas. Isômeros de tocoferol mostraram um potencial considerável interação com as referidas proteínas de ancoragem.

No Tratamento da Artrite Reumatoide:

Óleo de semente de abóbora-(PSO), um suplemento natural rico em ingredientes antioxidantes, foi dado a ratos em que a artrite foi induzida com adjuvante completo de Freund. O efeito foi comparado com o da indometacina, como um agente anti-inflamatório clássica. Foram estudados dois modelos experimentais e de fase aguda que foi aplicado apenas com PSO e uma fase crônica aplicada tanto para PSO e indometacina. Em comparação com os ratos não tratados normais, foi demonstrado que a indução da artrite, causou uma diminuição nos grupos sulphhydryl soro, com um aumento na ceruloplasmina soro em ambas as fases. Glutamina no sangue foi elevada em primeiro lugar na fase aguda, em seguida, o seu nível foi reduzida na fase crónica. Soro N -acetil-β- D -glucosaminidase foi elevada atividade apenas na fase aguda, enquanto que as proteínas plasmáticas totais e de albumina foi reduzida na fase crónica. Fígado de glicose-6-fosfato desidrogenase atividade foi significativamente aumentada, enquanto que não foram observadas alterações nos níveis de peróxidos lipídicos do fígado e glutationa. Estas mudanças nos parâmetros estudados foram atribuídas aos superóxidos e radicais livres durante a inflamação da artrite. Administração de PSO conseguido modulando a maioria dos parâmetros alterados afetadas durante a artrite, especialmente na fase crónica. Além disso, observou-se uma notável inibição do edema de pata. Um padrão similar foi obtido no tratamento com indometacina, exceto que a indometacina marcadamente elevada nível de peróxidos lipídicos fígado. A administração concomitante de OSP com indometacina causou nenhuma alteração nos parâmetros estudados em comparação com o induzido pelo tratamento com indometacina sozinho.

Indicações:

– Atua na redução dos níveis de LDL colesterol e triglicerídeos;

– Auxílio na prevenção de doenças cardiovasculares;

– Atua contra ação dos radicais livres evitando o envelhecimento precoce;

– Auxílio na prevenção e tratamento do câncer de próstata;

– Ajuda a Proteger a próstata; – Reforço do sistema imunológico.

Reações adversas: Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Contra indicações: Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Compatibilidades e farmacotécnica: Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Incompatibilidades: Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Toxicidade e Mutagenicidade: Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Ficha técnica

INCI name: não se aplica

Nome botânico: Cucúrbita Moschata, Cucúrbita máxima

Aspecto: cápsula mole de gelatina contendo um liquido oleoso

Cor: amarelado

Odor: característico

Solubilidade: não se aplica

Conservação: Armazene em temperatura ambiente, entre 15 e 30 ºC, e em umidade relativa do ar entre 40 e 75%.

Composição:

Óleo de semente de abobora Envoltório: Excipiente como gelatina, umectante e conservante.

Posologia: Tomar 4 cápsulas ao dia, preferencialmente antes das refeições Sugere-se a ingestão de 2g / dia divididos em duas dosagens.

 

Referências:

1-Oil pumpkins: Niche for organic producers,F Bavec, S Grobelnik Mlakar, Č Rozman… – Trends -in new crops …, 2007 – webgrower.com

2-Gossell-Williams M, Davis A, O’Connor N.J Med Food. 2006. Inhibition of testosterone-induced hyperplasia of the prostate of sprague-dawley rats by pumpkin seed oil.

3- http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/93562/1/cd229-387-1-RV.pdf

4- Murkovic M, Hillebrand A, Winkler J, Pfannhauser W.Z Lebensm Unters Forsch. 1996 Apr;202(4):275-8. Variability of vitamin E content in pumpkin seeds (Cucurbita pepo L.)

5- validation by in vivo experiments supported by computational docking.Bharti SK, Kumar A, Sharma NK, Prakash O, Jaiswal SK, Krishnan S, Gupta AK, Kumar A.J Formos Med Assoc. 2013 Nov;112(11):676-90. Tocopherol from seeds of Cucurbita pepo against diabetes:

6- pilot study.Gossell-Williams M, Hyde C, Hunter T, Simms-Stewart D, Fletcher H, McGrowder D, Walters CA. Climacteric. 2011 Oct;14(5):558-64. doi: 10.3109/13697137.2011.563882. Epub 2011 May 5. Improvement in HDL cholesterol in postmenopausal women supplemented with pumpkin seed oil.

7- Seeds.Ejike CE, Ezeanyika LU.Urol Int. 2011;87(2):218-24. doi: 10.1159/000327018. Epub 2011 Jun 28. Inhibition of the experimental induction of benign prostatic hyperplasia: a possible role for fluted pumpkin (Telfairia occidentalis Hook f.)

8- El-Mosallamy AE, Sleem AA, Abdel-Salam OM, Shaffie N, Kenawy SA. J Med Food. 2012 Feb;15(2):9. doi: 10.1089/jmf.2010.0299. Epub 2011 Nov 14. Antihypertensive and cardioprotective effects of pumpkin seed oil.

Comprar Óleo de semente de Abobora –  Comprar Agora

Espirulina

Espirulina é muito importante para auxiliar na dieta, pois atua como supressor do apetite, além disso, ajuda a evitar a fadiga muscular e câimbras, pois é um suplemento rico em vitaminas do complexo B, e também estudos mostram que ajuda muito na redução do colesterol na corrente sanguínea, evitando problemas cardíacos e melhorando muito a saúde dos usurários.

Espirulina tem diversos nutrientes e vitaminas, alguns dos mais importantes como, por exemplo: cálcio, fósforo, potássio, proteínas de alto valor biológico, ácidos graxos poli-insaturados, betacaroteno e vitamina E, esses nutrientes são excelentes para quem deseja melhorar os resultados tanto na aparência quanto na saúde, se você tem necessidade de melhorar sua condição física experimento a espirulina e se surpreenda com os resultados.

Aqui estão alguns benefícios que podem ser encontrados:

  • Sistema imunológico mais forte: esta alga estimula as defesas naturais do nosso corpo, e por isso, muita gente a toma em períodos particularmente críticos do ano (por exemplo, no outono-inverno para evitar os resfriados e gripes).
  • Aumento de energia: graças à presença das vitaminas A, B, C, E e de sais minerais importantes como ferro, cálcio, magnésio e potássio, a espirulina é um suplemento natural que fornece o combustível certo para o nosso corpo para funcionar melhor e sentir bem. É por isso que é ela muito apreciada pelos esportistas.
  • Anti-anêmico: aqueles que sofrem de anemia podem se beneficiar de uma ingestão regular de espirulina porque esta alga é rica em ferro e é facilmente assimilada pelo organismo.
  • Suplemento de proteína: muitas vezes é recomendado que vegetarianos e ou veganos consumam espirulina, pois é uma das algas particularmente mais ricas em aminoácidos. Uma ingestão diária, portanto, garante uma maior probabilidade de conseguir satisfazer as necessidades proteicas do organismo.
  • Purifica e desintoxica: um dos recursos mais apreciados desta alga, é a sua capacidade de purificar. Usando-a diariamente, portanto, também se garante um bom efeito desintoxicante no corpo.
  • O colesterol ruim mantém-se à distância: graças aos ingredientes ativos contidos nesta alga, se usados ​​do modo correto e com certa constância, ela pode trazer de volta os valores ideais do colesterol.
  • Melhora a pele: a espirulina é rica em antioxidantes que neutralizam a ação dos radicais livres. Usá-la todos os dias, portanto, permite ver a saúde da pele melhorada.
  • Ciclo menstrual mais regular: até para quem sofre de problemas relacionados ao ciclo menstrual, a espirulina pode ajudar, porque ela ajuda a regularizar e a aliviar qualquer dor.
  • Agente alcalinizante: de acordo com a teoria dos alimentos ácidos e alcalinos, a espirulina é alcalina e, portanto, pode ajudar a restaurar o equilíbrio e a saúde geral do corpo.

Compre Agora – Comprar Espirulina

Champex

Cerca de 85% a 90% dos casos de halitose se originam na boca, um ecossistema no qual vivem centenas de espécies de bactérias com diferentes necessidades nutricionais. Quando essa flora digere proteínas, podem ser liberadas substâncias que têm mau cheiro. Entre elas: gás sulfídrico, resultante do metabolismo anaeróbico (cheiro de ovo estragado), escatol (substância também encontrada nas fezes), cadaverina (associada à decomposição de corpos), putrescina (à decomposição de carne) e ácido isovalérico, também presente no suor dos pés. A mistura dos odores dessas substâncias não costuma ser percebida pelos portadores de halitose, mas provoca repulsa nos que se relacionam com eles.
Para combater e prevenir o mau hálito (halitose), e neutralizar os maus odores bucais, a global suplementos desenvolveu essa formulação em cápsulas – Champex.

Champex: é extraído do cogumelo branco da espécie Agaricus bisporus BX-100 originário do Japão,

Alguns Benefícios 

– Reduz o mau odor corporal;
– Reduz o mau odor bucal (mau hálito);
– Reduz o mau odor fecal;
– Auxílio na manutenção da flora bacteriana;
– Auxílio na regulação do intestino;
– Auxílio na prevenção da gota.

Dicas para evitar a halitose:
Beba bastante água, pelo menos dois litros por dia, para manter a boca sempre umedecida;
Evite permanecer muitas horas sem alimentar-se; o jejum prolongado favorece o aparecimento da halitose;
Capriche na higiene bucal. Quando escovar os dentes, use também o fio dental e passe a escova com delicadeza especialmente na região posterior da língua;
Certifique-se de que os níveis de glicemia estão dentro da normalidade e que o funcionamento do estômago, rins e intestinos não apresentam nenhuma alteração;
Utilize, de vez em quando, goma de mascar ou balas sem açúcar, que ajudam a aumentar a salivação.

Compre seu champex aqui – Comprar Champex

 

Supra Ômega 3

Os ácidos graxos podem ser classificados em três tipos: saturado, monoinsaturado e poli-insaturado. O ômega 3 é uma gordura poli-insaturada. Ele representa uma família de ácidos graxos e é composto por três variedades: ácido alfa-linolênico (ALA), ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosahexaenoico (DHA). Entre os benefícios mais reconhecidos do ômega 3 está a proteção da saúde cardiovascular e cerebral.

O EPA e o DHA são encontrados nos animais marinhos, especialmente os peixes, enquanto o ácido alfa-linoleico é de origem vegetal, presente na chia e na linhaça. 1 a 2% do ALA é convertido em DHA ou em EPA. Como somente uma pequena parcela deste ácido vindo das plantas pode se transformar no organismo, o consumo dos outros ácidos graxos é muito importante.

Esses ácidos graxos são chamados de essenciais, pois o organismo não consegue produzi-los. Quando são ingeridos, essas gorduras possuem como função mais nobre serem as responsáveis pela elaboração da camada lipídica em torno da célula. Quando as membranas celulares estão repletas destes ácidos as funções das células ocorrem de forma muito melhora.

Os benefícios do ômega 3

Bom para o coração: O ômega 3 age de duas maneiras para proporcionar benefícios ao sistema cardiovascular. O EPA regula a atividade das plaquetas sanguíneas, evitando coágulos de sangue, que podem levar a um AVC ou infarto. O EPA também reduz os níveis de triglicérides, um tipo de gordura que é ruim para o organismo quando está elevada. Já o DHA ajuda a evitar arritmias cardíacas, estabilizando a atividade elétrica no coração.

Diminui o colesterol: Esses ácidos graxos modificam a composição química do sangue, provocando o aumento dos níveis do colesterol HDL (colesterol bom) e a diminuição dos níveis de colesterol LDL (colesterol ruim). Quando o LDL está em excesso, há maior risco dele se depositar nas artérias e provocar o seu entupimento levando a doenças cardiovasculares, como hipertensão, aterosclerose, infarto e derrame cerebral. Ele também consegue reduzir os níveis de triglicérides do sangue.

Regula a pressão arterial: O ômega 3 é capaz de evitar a formação das placas de gordura na parede das artérias e garantir a flexibilidade das veias e artérias, afastando o risco de doenças como hipertensão, aterosclerose, infarto e derrames.

Bom para a visão: Este ácido graxo é essencial para a visão porque participa do recobrimento da retina. Esta parte dos olhos tem o papel principal de transformar o estímulo luminoso em estímulo elétrico para o cérebro ser capaz de realizar o processo de enxergar.

Compre seu ômega 3 aqui – Comprar Ômega 3

Colágeno Hidrolisado

O que é Colágeno Hidrolisado?

Colágeno é uma proteína de extrema abundancia em seu organismo.
Na derme, ou camada média da pele, o colágeno auxilia na formação do sistema fibroso chamado fibroblasto, em que novas células podem crescer. O mesmo participa de importante papel na reposição e restauração de células mortas da pele e também em manter as células.

É o carro chefe na construção de tendões, ligamentos, músculos e pele, além disso mais outros. Como vimos então, é uma proteína que irá providenciar estrutura.
Há pelo menos 16 tipos de colágeno, todos são encontrados em seu corpo, providenciando estrutura e suporte

Para que serve o Colágeno Hidrolisado?

Colágeno Hidrolisado é indicada para lhe dar estrutura, maior fortalecimento da pele e elasticidade.
Com a idade, o corpo passa a produzir menor quantidade de colágeno (geralmente dos 30 anos aos 50 anos de idade). A estrutura então da pele começa a perder integridade. Surgimento de rugas e fraqueza na cartilagem das juntas são notadas. As mulheres, na maioria dos casos presenciam uma grande redução na depois da menopausa. Depois dos sessenta anos, um grande declínio na produção do colágeno é absolutamente normal.

Compre seu colágeno aqui – Comprar Colágeno

.

Whey Protein

Whey Protein

É uma proteína de rápida absorção e rica em aminoácidos, extraída do soro do leite. O consumo deste suplemento auxilia no ganho de massa muscular, queima de gordura e definição muscular. É classificado de acordo com sua concentração e filtragem, podendo ser Concentrado, Isolado ou Hidrolisado.

PARA QUE SERVE O WHEY PROTEIN? É INDICADO PARA QUAIS OBJETIVOS?

Quem pratica exercícios físicos, principalmente musculação e esportes de alto desempenho, geralmente tem como objetivo reduzir gordura corporal e aumentar a massa magra. Quando a prática é regular, a ingestão do Whey Protein é extremamente benéfica.

As proteínas são as principais responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento muscular, e o suplemento Whey Protein é rico em valor proteico. Na verdade, ele exerce função semelhante a da alimentação que ingerimos, porém, de forma potencializada e muito mais efetiva. Como a comida, o Whey Protein atua de forma natural no organismo, com a diferença de ser mais concentrado.

Ou seja, muitos alimentos (carnes e ovos, por exemplo) são fontes proteicas, contudo, eles não têm a quantidade suficiente para suprir as necessidades de quem treina. Alcançar resultados satisfatórios sem o uso de suplementos, só com a alimentação, é até possível. Porém, o processo é bem mais trabalhoso e demorado.

Além de ser o melhor aliado na busca por hipertrofia muscular, por ajudar na síntese de proteínas para formar mais músculos, o Whey também é indicado para dietas de emagrecimento, por gerar saciedade com baixo teor de gordura e carboidratos.

Curiosidade: O Whey Protein representa cerca de 20% da proteína encontrada no leite de vaca. Assim, pode-se dizer que a maioria das pessoas faz uso de Whey desde a infância. Porém, somente nos suplementos alimentares desenvolvidos industrialmente essa proteína pode ser obtida em quantidades significativas para a saúde, ao passo que o processo de filtração realizado pelas indústrias consegue obter a proteína potencialmente pura, formando um produto de qualidade superior e efetiva

Compre seu Whey Protein Aqui – Comprar Whey

WhatsApp chat